+55 33 9 9132 2710 contato@marcelowagner.com
Escolha uma Página

Marcelo Wagner

Músico Pianista e Tecladista

Essa é a minha história

Nasci no dia 19 de abril 1983, na cidade de Governador Valadares Minas Gerais. Aos 12 anos comecei o interesse pela musica ao assistir algumas bandas que se apresentavam na escola onde eu estudava. Ficava atento aos solos de guitarra e frases da bateria, porém ao ver um colega meu de sala tocando uma musica clássica no piano da escola, fiquei vidrado e ali percebi que aquele seria o meu instrumento.

Me dediquei a estudar grandes artistas da musica internacional como Peter Cetera, Michael W Smith, Elton John, no Jazz, John Coltrane, Miles Davis, Thelonious Monk, no Rock, Van Halen, Rod Stewart, Eagles, Dream Theater e Symphony X e grandes compositores como, Sergei Rachmaninoff, Yanni, Jean Michel Jarre, Hans Zimmer. Com essa diversidade musical, eu me tornei sócio proprietário/tecladista da Banda Premium, uma das maiores banda baile de Minas Gerais, também sou tecladista e diretor musical na Igreja Casa da Benção, diretor/pianista/proprietário da orquestra Sofisticato Musical e atuo em gravações, produção músical, arranjos, composições e em diversas apresentações e shows como freelancer.

Minhas Influências músicais

Tom Jobim

Tom-Jobim

Nascido no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro (na época Distrito Federal), Tom mudou-se com a família no ano seguinte paraIpanema, onde foi criado. A ausência do pai, Jorge de Oliveira Jobim, durante a infância e adolescência lhe impôs um contido ressentimento, desenvolvendo no maestro uma profunda relação com a tristeza e o romantismo melódico, transferido peculiarmente para as construções harmônicas e melódicas. Aprendeu a tocar violão e piano em aulas, entre outros, com o professor alemão Hans-Joachim Koellreutter, introdutor da técnica dodecafônica no Brasil.

O trisavô paterno do compositor, José Martins da Cruz Jobim, era natural de Jovim, Gondomar, Portugal. O sobrenome de Jobim alude a essa localidade. A bisavó do compositor, Maria Joaquina, era meia-irmã do barão de Cambaí, Antônio Martins da Cruz Jobim. Era descendente, também, do bandeirante Fernão Dias Pais.

César Camargo Mariano

Cesar-Camargo-Mariano

Filho de um professor de música, começa a tocar piano por conta própria, e aos quatorze anos passa a ser apresentado como “menino prodígio” em espetáculos em que acompanha bandas de jazz. Em seguida fez amizade com Johnny Alf, que o incentivou a estudar harmonia, arranjo e composição. Logo começa a atuar como profissional na Orquestra de William Furneaux, e em 1962forma o grupo “Três Américas”, que toca em festas e bailes.

No ano seguinte vai para São Paulo e integra o “Quarteto Sabá”, com quem grava o primeiro LP. Em seguida vem o “Sambalanço Trio”, ao lado de Airto Moreira e Humberto Claiber, que grava um disco com Lennie Dale e ganha prêmios. No fim da década é contratado pela TV Record de São Paulo, onde trabalha como instrumentista e arranjador, e grava discos com seu novo grupo, “Som Três”. Participou como jurado de festivais de música da Record.

Ed Motta

Ed-Motta

Carioca, desde pequeno ouvia música soul e funk, inclinando-se mais tarde para o rock, de que tornou-se profundo conhecedor na época. Participou como vocalista da banda Kabbalah, de hard rock, com influências de Deep Purple, Black Sabbath e outras bandas dos anos 70.

Ainda na adolescência abandona os estudos para dedicar-se à música, agora fascinado pela música negra. Foi DJ e escreveu umfanzine sobre o assunto, até conhecer, em meados dos anos 80, o guitarrista Comprido, com quem mais tarde formou o Conexão Japeri, e gravou o primeiro disco, em 1988.

Daí vieram os primeiros sucessos nacionais, “Vamos Dançar” e “Manuel”. Logo em seguida desligou-se do grupo e partiu para a carreira solo, em que pôde desenvolver seu próprio estilo, ligado à musicalidade dos sons produzidos pela voz, mesmo sem letras, fugindo do que considera “a ditadura da letra” na música.

Pedrinho Mattar

Pedrinho-Mattar

Sua família o chamava de Pedrinho por ser o caçula de dez irmãos. Filho de libaneses, começou com o estudo de piano muito cedo, na escola de Magdalena Tagliaferro. Frequentava com seu pai o Restaurante Trianon, casa de chá da avenida Paulista, onde se tocava piano ao vivo. Começou os seus estudos em piano clássico somente em 1962. Tocava em inferninhos (escondido do pai) com o conjunto Os anjos do Inferno, tendo como componente João Gilberto.

Em 1953 já acompanhava os festivais de música realizados na União Cultural Brasil-Estados Unidos, onde estudava. Em 1959viajou a Las Vegas, acompanhando a cantora Leny Eversong, que, apesar de brasileira, só cantava em inglês. Em 1960acompanhou o cantor Agostinho dos Santos em turnês pela Argentina e Uruguai.

Presença marcante na música brasileira, frequentava junto com outros músicos o João Sebastião Bar do jornalista Paulo Cotrin, no bairro da Consolação, uma usina de nomes que eram ou seriam destaque no mundo da música, como: Chico Buarque, Elis Regina,Maysa, Claudette Soares, César Camargo Mariano, Taiguara, Marisa Gata Mansa etc.